Mais Um Soberbo…

...artigo do MELHOR BLOGUE português da actualidade, “O JUMENTO“. Com a devida autorização não resisto a republicá-lo aqui:

A FEIRA DA LADRA DA INFORMAÇÃO

A semana passada, preocupados em identificar as motivações e a lógica de actuação de Sócrates em relação à oposição e à sua política de marketing em geral no quadro da sociedade portuguesa, escrevemos três editoriais sobre a Estratégia de Comunicação de Sócrates. Foram publicados, estão comentados e registados no Jumento. O Macroscópio e, porventura, outros espaços de análise na blogosfera, também se dedicaram ao assunto, com mais ou menos profundidade sociológica e politológica. Esta última edição do jornal de referência de Balsemão, o Expresso, referiu-se ao assunto com um artigo titulado: “Como Sócrates condiciona a informação”. Achámos piada… Naturalmente, não vamos aqui nem escalpelizar o assunto nem contribuir para a sua promoção. Contudo, cabe sublinhar algumas derivas que consideramos relevantes para a sociedade da informação:

1. Os jornais influem na opinião ao escolher notícias a publicar em vez de outras, ampliando um facto e omitindo outro;

2. Graças ao relevo dado a certo tema a imprensa escrita pode provocar ondas de emoção ou despertar reacções de interesses que agitem, momentaneamente, a opinião;

3. Daí a enorme importância de que se reveste hoje a veracidade da informação e a forma como ela é recolhida e tratada do ponto de vista analítico;

4. Sendo que o interesse está em conquistar a atenção quer da Pub. (que gera milhões de receitas e paga os salários aos jornalistas) quer em seduzir o leitor – desde o mais azafamado ao mais indiferente, condimentando com picantes a notícia que pode já ter sido tratada uma semana antes. E quem diz uma semana, diz 6, 5, 4 dias… ou até de véspera. Daqui decorre que não estejamos a sugerir, ainda que subtilmente, que o dito semanário navegue por alguma blogosfera, faça um apanhado do melhor pescado e depois regresse a casa com o trabalho, a ciência, as canas e as redes de pesca alheias. Creio que eles já fazem isso, omitindo, claro está, as fontes. Excepto quando o blog é o do Pacheco Pereira, do Vital Moreira e tutti quanti. Nesses casos, não vão os destinatários ficarem magoados, os cuidados aumentam e seus blogs são devidamente referenciados. Mas na generalidade dessa “pescaria” (novo pishing) as fontes que cuidaram desses temas em 1ª mão – até com mais ciência, precisão e acutilância – são cirurgicamente ocultadas. Pergunto-me porquê??? Todos nos perguntamos, certamente!!! Depois de ter meditado nas razões que motivam alguns jornalistas a fazer o que fazem, pescando com as canas e as redes alheias aparecendo depois com o pescado na lota como se fossem os verdadeiros pescadores, chego a algumas conclusões:

1) Independentemente da informação jornalística veiculada pelos jornais – que hoje já vai perdendo para a blogosfera devido à expansão das Tecnologias da Informação e da Comunicação/TIC potenciadas pela Internet, o velho circuito da informação (com o emissor-receptor) quebrou-se, visto que a opinião forma-se a maior velocidade no dia-a-dia, e tendo por origem fontes mais diversas (designadamente, a blogosfera) que, pela sua natureza, dispara o “tiro” da informação e análise mais rápido do que os jornais, mesmo os ditos ou que se dizem de referência, apesar de alguns nem títulos saberem fazer, como no caso de uma entrevista a Freitas do Amaral há cerca de 3 meses…

2) Isto leva-me a supor que existe já uma espécie da “Feira da ladra da informação”, v.q., muitos são já os jornalistas que consomem dos blogs problemáticas e linhas de análise que depois reproduzem mais ou menos disfarçadamente nos locais onde trabalham como se estivessem, na realidade, a burilar aquela mestela pela 1ª vez.

3) Daqui decorre o chamado “Mercado negro da opinião pública”. Lugar também muito frequentado por rumores, boatos e outros “produtos jornalísticos” de difícil comprovação e se dizem, à boca pequena, pseudomistérios recortados por pequenos, médios e grandes segredos envenenando situações, atitudes e reputações. Daqui não resulta que fixemos a ideia pela qual quase todos os jornalistas andam a “pescar” coisas dos blogs para depois confeccionarem os seus pratos. Mas em inúmeros casos as coincidências – no espaço, no tempo e nos temas – são de estranhar. Seja como fôr, e sem querer pormo-nos aqui em bicos de pés, até porque nem precisamos, assim como há jornalistas e jornalistas também há blogs e blogs. E em alguns deles não deverá escapar o estudo mais atento dessas jogadas, dessas nuances com vista a desmontar a papinha do TPC (Trabalho Para Casa) plagiada por certos jornalistas – como também para compreender mais eficazmente como se (re)forma a dita opinião pública. Será caso para dizer, sendo curioso isto ocorrer por causa da “Estratégia de Comunicação de Sócrates” (que nos mereceu três artigos a semana passada, sublinho), que nós, aqui, não acreditamos em bruxas, mas que elas existem…

ancmarujo.gif Fale aí em baixo ou cale-se para sempre

Anúncios

5 Responses to Mais Um Soberbo…

  1. manel diz:

    Amigo António:
    Tudo se resume à velha máxima, de que “quem controla a informação ( e aqui a verdade), detém o poder.
    Hoje mais que nunca, a arte de conquista e manutenção do poder ( a ciência política versa isso),é uma questão de manipulação da informação!
    Este Sócrates, de parvo não tem nada!

    Abraço

  2. Esta conclusão não me surpreende, de tal forma que tenho normalmente esta reacção, relativamente a determinado tipo de informação que passa nas televisões. Olha estes tipos andaram a ler blogs porque isto já foi tratado previamente pela blogosfera. O blog Jumento é sem dúvida um dos que em determinado tipo de abordagem prima pela originalidade e é natural que haja aproveitamento dessa sua fonte. Mas meu caro António, isso só dignifica a blogosfera. Um abração do Raul

  3. Betty diz:

    Bom, eu não sou jornalista mas estou no grupo há quase 9 anos e não me surpreende que tal aconteça…
    Execelente texto.
    Beijokas 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s