A Circunferência do Quadrado (V)


Carlos Andróide: Ora então muito boa noite para a toda a malta da Blogspot, Weblog, Sapo, Clix e companhia;
Eu sou o Carlos Andróide, moderador desta tertúlia cavaqueira semanal onde se pretende mandar às malvas o sempre irritante “políticamente correto” e chamar os bois pelos nomes (salvo seja).
Comigo os habituais e ilustres cavaquadores da praxe: Pacheco Mao Mao pelo P.S.D., Jorge Pink Rabbit pelo P.S. e Cabelinho à Foda-se Xavier pelo C.D.S./P.P..
Pontos “quentinhos” da semana:
– Marmela Ferreira Milk e o seu recado para o P.S.D., apelidando de demagogia barata o discurso do partido no que ao encerramento das maternidades diz respeito, pedindo que se apoie o governo nesta matéria e se deixem de merdas.
– O convite de Coffee Annan a Jorge Encosta A Tua Cabecinha No Meu Ombro E Chora Sampaio para o cargo de embaixador da ONU para os tuberculosos.
– As explicações de José Sacristócrates sobre as polémicas declarações do seu ministro Otário Lino sobre o “Iberismo”.
Pacheco Mao Mao, quer começar pelas declarações de Marmela Ferreira Milk?
Pacheco Mao Mao: Tem piada que estive a matutar sobre isso esta manhã pela fresquinha, depois de beber o meu chazinho chinês da ordem e me sentar em seguida na aliviadora peça de loiça do W.C., hábito este que me foi ensinado por um chinoca meu amigo nos anos setenta, seguindo o provérbio chinês que dizia:
De manhã pela fresquinha
te deves aliviar
só assim a cabecinha
está pronta a funcionar
E assim tenho procedido ao longo destes anos e tenho-me dado lindamente com a receita…
Carlos Andróide: Ó Pacheco Mao Mao, tudo isso pode ser muito interessante, mas deixe-se lá de conversas da caca e vá direito ao assunto que não temos o dia todo para escutar as suas tiradas filosóficas.
Pacheco Mao Mao: Bem, a minha querida correlegionária, independentemente das razões que lhe possam assistir, fez mal em colocar em xeque o presidente Meia-Leca Mendes e o Bureau Político do P.S.D., cometendo o erro histórico…
Carlos Andróide: Mas ó Pacheco Mao Mao, há ou não fundamento para si naquilo que a Marmela afirmou?
Pacheco Mao Mao: Bem… fundamento pode haver, no entanto na política partidária a malta tem que se estar a borrifar p’rós fundamentos e tem é que jogar com todo o peixe que venha à rede. Ser poder, obriga-nos a deitar a mão a todas as armas que estiverem ao nosso alcance para derrotar o inimigo, mesmo que para isso tenhamos que nos contradizer a nós próprios muitas vezes. Que se lixem lá as transparências, os princípios, as verdades, os fundamentos etc…, um partido político existe para ser poder e o resto são balelas, portanto a amiga Marmela devia ter enfiado a viola no saco e estar caladinha. Históricamente…
Carlos Andróide: Pronto, pronto, cale-se lá ó Pacheco Mao Mao que a gente já percebeu tudo.
Jorge Pink Rabbit; Coffee Annan e o convite a Jorge Encosta A Tua Cabecinha No Meu Ombro E Chora Sampaio?
Jorge Pink Rabbit: Penso que é uma honra para Portugal, para os socialistas e para o meu camarada Jorge Encosta A Tua Cabecinha No Meu Ombro E Chora Sampaio…
Carlos Andróide: Acha mesm ó Jorge Pink Rabbit?! Um ex-presidente da república a enfrascar penicilina para acudir aos enjeitados do terceiro mundo?!
Não acha que os altos dignatários estrangeiros quando não têm ninguém que queira pegar nessas paneleirices se lembram logo da reserva que é Portugal, país cheio de figurões vaidosos que dão o cú e oito tostões para alimentar essa mesma vaidade? Não acha que somos uns tacanhitos de espírito, uns frustraditos do caraças sempre a por-nos em bicos de pés para que reparem em nós?
Jorge Pink Rabbit: Bem… ó Carlos Andróide, não será bem assim…
Carlos Andróide: Ai não?! então como é, diga lá!
Jorge Pink Rabbit: Bem…agora de momento…assim…depois das suas palavras contundentes…
Carlos Andróide: Mas não é verdade o que afirmei?
Jorge Pink Rabbit: Bem… talvez seja alguma coisa…
Carlos Andróide: Então volto a perguntar: O que é que não é verdade?
Jorge Pink Rabbit: Você está-me a baralhar e eu… as palavras não me saem…
Carlos Andróide: Ai não saem! então no final do programa lembre-me de lhe oferecer um saca-rolhas, ferramenta muito útil que os políticos nunca devem esquecer de trazer consigo;… E siga a dança que o tempo conta: Cabelinho à Foda-se Xavier, as explicações de José Sacristócrates para as afirmações “Iberistas” do seu ministro Otário Lino?
Cabelinho à Foda-se Xavier: Houve um tipo para aí na blogosfera que já sintetizou muito bem a cena: “O traque que ele deu não foi ele, fui eu”, eh,eh,eh!
Carlos Andróide: Quer explicar melhor?
Cabelinho à Foda-se Xavier: Pura e simplesmente rídículo, Sacristócrates, perante o cheirinho nauseabundo, tentando provar que cheirava a bouquet, ih,ih,ih! Como diz o trolha que me está a assentar a cozinha lá na minha nova barraca de férias: “Foi pior a pimenta que o cimento”!

Fale aí em baixo ou cale-se para sempre

Anúncios

13 Responses to A Circunferência do Quadrado (V)

  1. …em bicos de pés e/ou de rabito empinado, prontos para o ataque…somos aqueles cromos que faltam em tudo o que é caderneta e qdo se lembram de nós….wow (it must be our qualities) eis que nos enchemos de uma ‘falsa’ vaidade… um traque, bem vistas as coisas, dado por todos. Definiste bem quem somos! Um esgoto europeu…salvo seja.

  2. wind diz:

    Muito mordaz:))))) beijos

  3. lique diz:

    Perante tanta desgraça, só mesmo a tua crítica me faz rir! Isto é mesmo uma vergonha.
    Beijos

  4. augustoM diz:

    Mas que trio, venha o diabo e escolha, só que o diabo faz um manguito e não quer escolher.
    A iminência parda,o Pacheco Mau Mau é mesmo mau, mas é integro quando afirma “um partido existe para ser poder e o resto são balelas”. Alguém ainda tem dúvidas?
    Um abraço. Augusto

  5. Anonymous diz:

    É uma critica muito injusta a um dos melhores exemplos do pluralismo político que temos em Portugal.
    Este programa e os seus participantes, conhecidos pela sua independência e imparcialidade, é também um exemplo de profundidade e diversidade ideológica, tão importante para a formação politica dos cidadãos.
    Só lamento que não tenha também assento e voz a esquerda militante e moderníssima, herdeira dos pensamentos Grande Lider Educador da classe operária.

  6. Danado esse cabelinho à foda-se xavier…

    E a saga deve continuar…

    abraço

  7. martelo diz:

    Porra que o Andralhóide ia desfazendo o Mao-Mao… bebeu demais…
    abç

  8. hheehhheee..original..para variar…~
    porque criticamos políticos, acabo de de lançar uma petição para a escolha da Juíza Maria de José Morgado – a nossa Baltazar Garcón – para o cargo de Procuradora-Geral da República (Souto Moura vai sair!)
    a petição está em
    http://www.petitiononline.com/gripe/petition.html

  9. Anonymous diz:

    isso é bluf…quem n tem vassoura não pdoe varrer. Nina ( a polítycal matter.

  10. magnolia diz:

    Formidável, como sempre.
    Bom fim de semana!

  11. dark diz:

    isto vai animado por aqui, Ainda é o k nos vale. O humor.Bom fim-de-semaana.

  12. Pilantra diz:

    Eu já nao os consigo ouvir! Aquilo é mesmo a quadratura do circulo, a Betesga no olho, troca d’ilhas do trocadilho, a cagança institucional, a gericocefalia dilatada, a banha da cobra, o restaurador Olex, o fixador chunga, a masturbação do hipotálamo, etc.. Caramba!
    Antigamente havia uns fogões a pitróile e bomba a que se trocava a cabeça quando começavam a empastelar. E umas agulhas serigaitas que os desentupiam.
    Já fui à Feira da Ladra a ver se topava cabeças e agulhas daquelas e nada: quando lhes expliquei o que queria os fogões e as agulhas insultaram-me, atacaram-me, chamaram a polícia de choque!

    Não haverá por aí um raio que lhes parta as línguas?

  13. Desde que o FCP ganhou o campeonato, uma das três “amantes”do Zeca da nau ele zarpou para Ceuta, Marrocos, sei lá…ou até ficou preso nos correios ou nalguma outra greve…

    julgo que aquele “púgrama” está um pouco esgotado,,aquilo já lá n vai nem com as serigaitas da Feira da ladra – onde se compram bons livros – embora depois se encha a casa de vermes e depois o dinheiro q se gasta em Frontline para os matar tb não compensa..

    Bom, seja como for inventem-se novos programas, novos actores, novas cenas, outros takes e, de preferência, com outro guião…

    Mas o cabelinho à f… xavier pode-se manter porque é já um ex-libris e tem existência para além do autor a que diz respeito

    best

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s