A Circunferência do Quadrado ( II )


Carlos Andróide : Boa noite malta das blogadas, cá estamos para mais uma sessão da Circunferência do Quadrado tendo como sempre a meu lado estes trio maravilha que passo a apresentar:Pacheco Mao Mao pelo P.S.D., Jorge Pink Rabbit pelo P.S. e Cabelinho à Foda-se Xavier pelo P.P. Eu sou o Carlos Andróide e tenho a missão de domar estes bichos.
E começo pelo Cabelinho à Foda-se Xavier : Aquilo em Paço de Arcos esteve muito quentinho, com que então a betolêndia também já se pega à mocada imitando a desprezível ralé das tascas ordinárias?
Cabelinho à Foda-se Xavier : Perdão ó Carlos Andróide, aquilo não foi o que parece, era só o que faltava a nata da sociedade descer às catacumbas merdosas e infectas do povinho reles e ordinário! O que ali se passou foi um mero golpe de markting político!
Carlos Andróide : !?… Essa agora?!… explique lá isso ó Cabelinho à Foda-se Xavier…
Cabelinho à Foda-se Xavier: Bem… o partido anda tão sensaborão, tão frouxo, tão “falta de ideias” com este chouriço do Ribeiro Chato que foi necessário encontrar uma forma original de o revitalizar e dar nas vistas…
Carlos Andróide : Mas alguém levou um soco num olho?! Ouvi dizer…
Cabelinho à Foda-se Xavier : Não é isso ó Carlos Andróide, quando eu digo “dar nas vistas” é…, como hei-de explicar?… mostrar vitalidade à opinião pública, entendeu?
Pacheco Mao Mao : Ó Cabelinho à Foda-se Xavier, batatada é batatada, tenha o soco acertado no olho de um betolas ou na urna de votos, aliás históricamente está provado…
Carlos Andróide : Calma aí ó Pacheco Mao Mao que a conversa não é consigo, já vai chegar a sua vez, tenha lá calma. … Foi então um golpe publicitário, é, Cabelinho à Foda-se Xavier?
Cabelinho à Foda-se Xavier : Única e simplesmente isso e mais nada. A betolândia não desce aos porões, disse!
Carlos Andróide : Entendido. Agora nós Pacheco Mao Mao: Então que raio de coisa é essa de você estar a ser acusado pela comunidade blogueira de colocar em destaque com links e tudo, incluindo morada, nick, estado civil, sexo, quantos gatos tem etc…, dos blogueiros que o adulam e não colocar NADA sobre quem o critica?
Pacheco Mao Mao : Eu?!
Carlos Andróide : Pelo menos é do que a rapaziada se vem queixando, às vezes, para não ser tão descarado, lá coloca uma ou outra carta que critica este ou aquele ponto mas… nem sequer coloca um link do blogueiro que o fez, e a isso chama-se “falta de ética”…
Pacheco Mao Mao : Ó Carlos Andróide, eu não admito que NINGUÉM me dê lições de ética, porque sou um homem cheiinho dela. Se alguma vez vez me esqueci de mencionar as fontes…
Carlos Andróide : Não é alguma vez ó Pacheco Mao Mao, é SEMPRE!…
Pacheco Mao Mao : SEMPRE?!… Bem… esqueci-me SEMPRE… acontece! Vou ver se me lembro SEMPRE de os colocar a partir de agora, sim porque eu sou o pai da blogosfera lusitana e tenho que ser e parecer um exemplo de virtudes, tal como na história a mulher de César, entende? Para os blogueiros em geral até deixo um conselho: Bem pregava Frei Tomás…
Carlos Andróide : Olhem para o que ele diz e não para o que ele faz…
Pacheco Mao Mao : Eu sempre disse que você era um rapazito muito culto, é isso mesmo.
Carlos Andróide : Obrigadinho pelo elogio ó Pacheco Mao Mao. E para finalizar vamos ouvir o Jorge Pink Rabbit e o que ele tem a dizer sobre a inauguração esta semana do Casino das Tríades de Macau.
Jorge Pink Rabbit : Das Tríades?!… mas o Senhor Stanley Ho é um homem honestíssimo, zeloso cidadão cumpridor dos seus deveres e devíamos estar muito gratos por ter investido desinteressadamente em Portugal…
Carlos Andróide : Sim, sim ó Jorge Pink Rabbit, pode passar adiante que a malta já foi à missa hoje e ao comício da Rosa a semana passada. Pensa então que não há mais nada em que investir em Portugal que em antros de perdição?…
Jorge Pink Rabbit : Antros de perdição?! Permita-me discordar em absoluto!… Um casino é um local muito “in”, cultural e civicamente falando!… A única coisa de jeito que o Gel Pedro Santanás Pops fez no seu governo carnavalesco…
Carlos Andróide : Pois é, o povo até está com saudades de um governo desse tipo; Ao que se diz para aí, este não é nada mais nada menos que uma cópia quase fiel do do Gel Pedro Santanás Pops…
Jorge Pink Rabbit : O quê?! Mas você quer comparar…
Carlos Andróide : Longe de mim ó Jorge Pink Rabbit, eu só estou a dizer o que diz o povinho, com a única diferença de este ser um governo cheio de gente e política sorumbática e o outro ao menos ser um corso de gôzo todos os dias.
Bem, ficamos por aqui que está na horinha do almoço e o Gambrinus fecha às 15 horas. Para a semana há mais.

Anúncios

9 Responses to A Circunferência do Quadrado ( II )

  1. António diz:

    Mais uma divertida “charge” à Quadratura do Círculo!
    Parabéns!

    Um abraço

  2. wind diz:

    ehehhe, dá-lhes com força:) beijos

  3. bem metida e ainda melhor merecida!

    já não tenho pachorra para gramar estes fazedores de opinião e especialmente a sua douta convicção de que sabem mais do que eu sobre qq tema. que se danem!

    quanto ao “cabelinho”… sabem de que ganha ele a vida? é especialista na formação de sociedades off-shore para ultraricos. Isto é, ganha a vida a ajudar os ricos a fugirem aos impostos.

    e a nós, trabalhadores em nome de outrém? a quem ajuda a “fugir” aos impostos?

  4. Nina diz:

    hehehe..gostei 🙂

    Beijinhos

  5. Oh meu amigo estás cá com um status. Com que então “Gambrinus”. O teu amigo Pacheco Mao Mao, sabes o que nos chama. O proletariado da blogosfera. Escreveu isso no Publico de hoje e levou para tabaco como se costume dizer. Aquele abraço do Raul

  6. Excelente…simplesmente divinal!
    Força nessa cambada de chulos!

  7. OrCa diz:

    e que havemos nós de fazer
    pobres proletas da blogosfera
    perante tanta distinção e tanta treta?
    talvez, com a maior etiqueta – … 🙂

  8. OrCa diz:

    e que havemos nós de fazer
    pobres proletas da blogosfera
    perante tanta distinção e tanta treta?
    talvez, com a maior etiqueta – … 🙂

  9. Companheiro António

    Os actos sucedem-se e lê-se o dom da palavra em jeito “teatral” de gosto assumido.
    Seja atento aos “diabretes” da nossa política ou a grandes e profundas observações sobre a vida.
    Um bom navegador, que nos oferece te tudo. E muito.
    Eu embarco na nova Nau, neste tempo de mudança.

    E até vou cantarolando :

    Vou no espantoso trono das águas
    Vou no tremendo assopro dos ventos
    Vou por cima dos meus pensamentos
    Arrepia
    Arrepia
    E arrepia sim senhor
    Que vida boa é neste mar imenso…

    E arrepiados ficamos
    com essa vida de Lisboa
    desde o estalo da ética
    ao tilintar das fichas caídas
    Arrepia
    Arrepia
    E arrepia sim senhor

    Um abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s