“Bug” no Multibanco

Abril 30, 2006

A Polícia Judiciária (PJ) está a acompanhar com “preocupação” o incidente que ontem paralisou o sistema Multibanco e lançou o caos no País. Um problema no “sistema central” da Sociedade Interbancária de Serviços (SIBS), que gere o Multibanco, paralisou ontem, entre as 11h00 e as 13h30, milhares de terminais de pagamento e caixas automáticas criando o caos um pouco por todo o País.

Como o Bin Laden e afins têm mais que fazer do que andar a sabotar a rede Multibanco, acredito que a “pane” seja uma daquelas coisas “normais” que podem acontecer, agora que a situação nos revela a quanta dependência da nossa vidinha hoje se encontra ligada a estes zingarelhos é que me assusta; Ao que parece, foi o bom e o bonito por tudo quanto eram Hipermercados, Centros Comerciaias, Bombas de Gasolina etc…


Que saudades da velha Weblog!

Abril 30, 2006

Cerca de 40 segundos(?!)
É este o tempo que em média demoro para deixar um comentário na Weblog, independentemente disso, há alguns amigos alojados nessa casa que nem sequer conseguem comentar na blogspot.
Que saudades da nossa velha Weblog nos tempos de S. Paulo Querido!
Com o “evangelho segundo a AEIOU” é tudo Apocalipse ( vai uma aposta em como o manager da companhia se chama João?)


Soy iberista confeso. …

Abril 29, 2006

Tenemos una historia común, una cultura común y una lengua común. Hay unidad histórica y cultural e Iberia es una realidad que persigue tanto el Gobierno español como el portugués

Zeca da Nau: Palavrinhas proferidas por sua excelência o sr. Ministro Mário Lino,numa conferência intitulada “El papel de las infraestructuras en el desarrollo del Noroeste Peninsularcomo se pove comprovar no jornal “Faro de Vigo”. -Ou se trata de uma gafe maior que a codilheira dos Himalaias
-Ou isto foi dito depois de um almoço bem regado
-Ou o homem ensandeceu de vez

…OU

ESTÁ A DIZER O QUE PENSA E O QUE PENSAM REALMENTE OS SEUS CORRELIGIONÁRIOS DE PARTIDO.

Tem a palavra o Senhor Engenheiro(?!) Sanitário.


Para Encerrar Abril

Abril 28, 2006

…Quando a nossa festa se estragou
e o mês de Novembro aqui passou
eu olhei p’ra ti e então eu entendi
foi um sonho lindo que acabou
houve aqui alguém que se enganou…
… Tenho a minha alma numa mão
e este coração na outra mão
tenho um grande amor marcado pela dor
mas sempre que Abril aqui passar
tenho tudo isto p’ra lhe dar…


Como diz o outro…

Abril 26, 2006

… Neste país é carnaval todos os dias, eh,eh,eh!

… Valentim Loureiro vai ser ilibado do processo Apito Dourado, avança o jornal Público esta terça-feira. O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) do Porto decidiu arquivar o processo que investigava as suspeitas de corrupção na empresa Metro do Porto, envolvia o major e, à semelhança do que já tinha acontecido no caso que envolvida Pinto da Costa e Jacinto Paixão, concluiu que não havia crime.
Leia e ajuíze você mesmo…/…

Pronto pá, a gente acredita, não é o proletariado da blogosfera ( não é ó Senhor Pacheco Mao Mao? ) que vai duvidar de tão ilustres magistrados, era só o que faltava,
já chegámos ao Burkina Fasso ou quê?!… Hã?… ai já passamos o Burkina Fasso?!…
O quê?! O Cavaco fez o discurso mais à esquerda nas cerimónias do 25 de Abril? Não me digas!… Sendo assim tens razão, já passámos do Burkina Fasso com certeza, estaremos a chegar aonde?!


Aí Vilões!!! É fartar até mais não!!! Abril foi há 32 anos, os VAMPIROS esperaram e regressaram, é por isso que eu digo: É PRECISO REINVENTAR ABRIL

Abril 25, 2006

A minha querida amiga Lina enviou-me um mail carregadinho de indignação. Claro que a indignação dobrou depois de o ler, assim como vai triplicar, quadruplicar etc… depois de vocês o lerem, ora então fazem favor:
Serão os politicos os únicos malandros? Não, 9 em cada 10 aposentados com mais de 5.000 euros mensais foram juízes!!!! Lista de Aposentados no ano de 2005 (Janeiro a Novembro) com pensões de luxo: visita http://www.cga.pt/publicacoes.asp?O=3
São os seguintes os valores em Euros:

Janeiro
Ministério da Justiça
5380.20 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
Março
Ministério da Justiça
7148.12 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República
5380.20 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5484.41 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
Empresas Públicas e Sociedades Anónimas
6082.48 Jurista 5 CTT Correios Portugal
SA
Abril
Ministério da Justiça
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5338.40 Procuradora-Geral Adjunta Procuradoria-Geral República
Antigos Subscritores
6193.34 Professor Auxiliar Convidado
Maio
Ministério da Justiça
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República
5460.37 Juiz
Desembargador Conselho Superior Magistratura
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5338.40 Procuradora-Geral Adjunta Procuradoria-Geral República
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
Junho
Ministério da Justiça
5663.51 Juiz Conselheiro Supremo Tribunal Administrativo
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura

5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
Julho
Ministério da Justiça
5182.91 Juiz Direito Conselho Superior Magistratura
5182.91 Procurador República Procuradoria-Geral República
5307.63 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Procurador-Geral Adjunto
Procuradoria-Geral República
Agosto
Ministério da Justiça
5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Conservadora Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Notário Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho
Superior Magistratura
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5043.12 Notária Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Conservador 1ª Classe Direcção Geral Registos Notariado
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5027.65 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5173.46 Notário Direcção Geral Registos Notariado
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5159.57 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Notária Direcção Geral Registos Notariado
5173.46
Ajudante Principal Direcção Geral Registos Notariado
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5173.46 Notário 1ª Classe Direcção Geral Registos Notariado
5173.46 Notária Direcção Geral Registos Notariado
Setembro
Ministério dos Negócios Estrangeiros
7284.78 Vice-Cônsul Principal Secretaria-Geral (Quadro Externo)
6758.68 Vice-Cônsul mdash; Secretaria-Geral (Quadro Externo)
Ministério da Justiça
5663.51 Juiz Conselheiro mdash; Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador mdash; Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador mdash; Conselho Superior Magistratura
Ministério da Educação
5103.95
Presidente Conselho Nacional Educação
Outubro
Ministério da Justiça
5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República
Novembro
Ministério dos Negócios Estrangeiros
7327.27 Técnica Especialista Secretaria-Geral (Quadro Externo)
Tribunal de Contas
5663.51 Presidente
Ministério da Justiça
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
5015.16
Professor Coordenador Inst Superior Engenharia Lisboa

– Boas Vidas!!!

Nem tudo vai mal nesta nossa República, o sol brilha ( Pelo menos para alguns)
Com as eleições legislativas de 20/Fevereiro, metade dos 230 deputados não foram eleitos. Os que saíram regressaram às suas anteriores actividades sem, contudo saírem tristes ou cabisbaixos. Quando terminam as funções, os deputados e governantes têm o direito, por Lei ( deles ) a um subsídio que dizem de reintegração (coitados, tem de voltar para esta selva que é a luta pelo pão de cada dia nos seus antigos lugares de administração ou de profissionais liberais tão mal pagos, como sabemos ) :
– um mês de salário (3.449 euros) por cada seis meses de Assembleia ou governo.

Assim, um deputado que o tenha sido durante um ano recebe dois salários (6.898 euros). Se o tiver sido durante 10 anos, recebe vinte salários ( 68.980 euros). Feitas as contas e os deputados que saíram, o Erário Público desembolsou mais de 2.500.000 euros!
No entanto, há ainda aqueles que têm direito a subvenções vitalícias ou pensões de reforma ( mesmo que não tenham 60 anos! ). Estas são atribuídas aos titulares de cargos políticos com mais de 12 anos.

Entre os ilustres reformados do Parlamento encontramos figuras
como:
Almeida Santos……………………. 4.400, euros;
Medeiros Ferreira………………….. 2.800, euros;
Manuela Aguiar……………………. 2.800, euros;
Pedro Roseta………………………. 2.800, euros;
Helena Roseta……………………… 2.800, euros;
Narana Coissoró . ……………….. 2.800, euros;
Álvaro Barreto……………………… 3.500, euros;
Vieira de Castro…………………… 2.800, euros;
Leonor Beleza . …………………… 2.200, euros;
Isabel Castro……………………….. 2.200, euros;
José Leitão………………………….. 2.400, euros;
Artur Penedos………………………. 1.800, euros;
Bagão Félix…………………………. 1.800, euros.

Quanto aos ilustres reintegrados , encontramos os seguintes:
Luís Filipe Pereira .
26.890, euros / 9 anos de serviço;
Sónia Fortuzinhos …. 62.000, euros / 9 anos e meio de serviço
Maria Santos . 62.000, euros /9 anos de serviço ;
Paulo Pedroso …….. 48.000, euros / 7 anos e meio de serviço (e ainda vamos ver se não vai receber indeminizações pelo processo C.P.)
David Justino ………… 38.000, euros / 5 anos e meio de serviço;
Ana Benavente . 62.000 , euros / 9 anos de serviço;
Mª Carmo Romão . 62.000, euros / 9 anos de serviço;
Luís Nobre Guedes … 62.000 , euros / 9 anos e meio de serviço.
A maioria dos outros deputados que não regressaram e estiveram lá somente na última legislatura, isto é, 3 anos, o suficiente para terem recebido cerca de 20.000, euros cada !

É ESTA A CLASSE POLÍTICA QUE TEM A LATA DE PEDIR SACRIFÍCIOS AOS PORTUGUESES PARA DEBELAR A CRISE..
MAS… HÁ MAIS !!!

APESAR de ter apenas 50 anos de idade e de gozar de plena saúde, o socialista Vasco Franco, número dois do PS na Câmara de Lisboa durante as presidências de Jorge Sampaio e de João Soares, está já reformado ! . A pensão mensal que lhe foi atribuída ascende a 3.035 euros (608 contos), um valor bastante acima do seu vencimento como vereador.
A generosidade estatal decorre da categoria com que foi aposentado – técnico superior de 1ª classe, segundo o «Diário da
República» – apesar de as suas habilitações literárias se ficarem pelo antigo Curso Geral do Comércio, equivalente ao actual 9º ano de escolaridade.
A contagem do tempo de serviço de Vasco Franco é outro privilégio raro, num país que pondera elevar a idade de reforma para os 68 anos, para evitar a ruptura da Segurança Social.
O dirigente socialista entrou para os quadros do Ministério da Administração Interna em 1972, e dos 30 anos passados só ali cumpriu sete de dedicação exclusiva; três foram para o serviço militar e os restantes 20 na vereação da Câmara de Lisboa, doze dos quais a tempo inteiro. Vasco Franco diz que é tudo legal e que a lei o autoriza a contar a dobrar 10 dos 12 anos como vereador a tempo inteiro.
Triplicar o salário. Já depois de ter entregue o pedido de reforma, Vasco Franco foi convidado para administrador da Sanest, com um ordenado líquido
de 4000 euros mensais (800 contos). Trata-se de uma sociedade de capitais públicos, comparticipada pelas Câmaras da Amadora, Cascais, Oeiras e Sintra e pela empresa Águas de Portugal, que gere o sistema de saneamento da Costa do Estoril. O convite partiu do reeleito presidente da Câmara da Amadora, Joaquim Raposo, cuja mulher é secretária de Vasco Franco na Câmara de Lisboa. O contrato, iniciado em Abril, vigora por um período de 18 meses.
A acumulação de vencimentos foi autorizada pelo Governo mas, nos termos do acordo, o salário de administrador é reduzido em 50% – para 2000 euros – a partir de Julho, mês em que se inicia a reforma, disse ao EXPRESSO Vasco Franco.
Não se ficam, no entanto, por aqui os contributos da fazenda pública para o bolo salarial do dirigente socialista reformado. A somar aos mais de 5000 euros da reforma e do lugar de administrador, Vasco Franco recebe ainda mais 900 euros de outra reforma, por ter sido ferido em combate (
!? ) em Moçambique já depois do 25 de Abril (????????) e cerca de 250 euros em senhas de presença pela actuação como vereador sem pelouro.
Contas feitas, o novo reformado triplicou o salário que auferia no activo, ganhando agora mais de 1200 contos limpos. Além de carro, motorista, secretária, assessores e telemóvel.


Abril

Abril 25, 2006

HOJE, 25 de Abril de 2006 – 32 anos depois

E se inventássemos o mar de volta?
E se inventássemos partir… para regressar?
Partir, para aí nessa viagem ressuscitarmos da morte às arrecuas que nos deram?
Partir para ganhar, partir para regressar, partir para acordar, abrir os olhos, numa ânsia de tudo fecundar, terra, mar… Lembrar como o mar nos ensinava a sonhar alto, lembrar nota a nota o canto das sereias, lembrar o “E Depois do Adeus” e o frágil e ingénuo cravo da Rua do Arsenal, lembrar cada lágrima, cada abraço, partir aqui com a consciência toda do passado, partir, aqui, para ficar.

Assim mesmo, como antevi um dia a chorar de alegria e de esperança precoce e intranquila, o azul da esperança dos operários da Lisnave, gritando ódio apenas ao vazio, exército de amor de capacetes…

Assim mesmo, na Praça de Londres o soldado que falou: “Olá Camaradas, nós somos trabalhadores e eles não nos conseguiram fazer esquecer; Aqui está a minha arma para vos servir…

Assim mesmo, por detrás das colinas onde o verde está à espera, se levantam antiquíssimos rumores, as festas e os suores, os bombos de Lava-Colhos…

Assim mesmo, senti um dia a chorar de alegria, de esperança precoce e intranquila o bater inexorável dos corações produtores, os tambores:
DE QUEM É O CARVALHAL?
É NOSSO!

Assim te quero cantar, mar antigo a que regresso. Neste cais está arrimado o barco sonho em que voltei. Neste cais eu encontrei a margem do outro lado. Diz lá:
VELEU A PENA?
VALEU POIS!

No fundo deste mar encontrareis tesouros recuperados, de mim que estou a chegar do lado de lá para ir convosco, tesouros infindáveis que vos trago de longe e que são vossos, a minha palavra, o meu sonho é a luz que vem do fim do mundo, dos vossos antepassados que ainda não nasceram. A minha dádiva é estar aqui convosco, ser companhia na viagem para estar aqui de vez.

Com um abraço especial ao por razões óbvias.

Um especial abraço também para o Professor Rui Paula de Matos, do blogue MACROSCÓPIO, aproveitando desde já para dizer que vão lá pois é um dos melhores que por aí andam.

Finalmente os meus agradecimentos ao blogue FUMOS, pelo excelente “boneco” que lhe “roubei” e que ilustra perfeitamente o meu estado de espírito sobre ABRIL hoje.